Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

coitadinhodocrocodilo



Sábado, 08.12.12

Irrita-me...

Em jeito de balanço do ano, apetece-me desabafar. Apetece deitar cá para fora tudo o que me irrita.

Irritam-me as pessoas que pensam que sabem TUDO sobre crianças. (“Elas nascem sem vícios, os pais é que as estragam!”).

Irritam-me as pessoas que têm crianças que dormem a noite toda (a quem fiz mal?! Culpo quem? A genética?).

Irritam-me as pessoas que conduzem de chapéu, de sobretudo, de luvas e coladas ao volante (só falta uma escalfeta por baixo do acelerador…).

Irritam-me as velhas que se põem na fila prioritária dos supermercados por terem varizes (e????.. eu também!).

Irritam-me as pessoas que empurram em vez de pedir licença! (o terceiro olho é cego, dá para dizer que estão atrás de mim?!).

Irritam-me as pessoas que gostam de ser tratadas por Dr. Eng. Arq. (o raio que os parta a todos! Isso é primeiro nome, nome de família ou cognome? Come-se???).

Irritam-me as pessoas que não riem nem sorriem (a vida é bela, parvalhões! Riam-se de vocês próprios!).

Irritam-me as pessoas que preferem piscina porque a areia faz-lhes confusão nos pés (Vão dizer-me que também não fazem amor porque têm que se despir…).

Irrita-me a classe política em geral (Sim, há pior que os bancários! Essa gente não tem uma mãe autoritária que os fustigue com um ramo de urtigas? Um cinto de picos? Um ferro em brasa?).

Irritam-me as pessoas que nos cumprimentam a olhar para o que temos vestido (estás com inveja, fofa? Só fica bem a quem tem mamas!).

Irritam-me as pessoas que acham que com talento e trabalho tudo se consegue (não quiduxos, há uma cena chamada sorte, outra chamada contactos).

Irritam-me as pessoas que dizem que não gostam de dançar (têm vergonha de fazer figura de ursos? Experimentem, se não gostarem, digam que eram espasmos).

Irritam-me as pessoas que comem tudo e não engordam (isso é anti-natura, 'tá?!).

Irritam-me as pessoas que estão a sempre a criticar os outros…

Autoria e outros dados (tags, etc)

por coitadinhodocrocodilo às 23:32

Sábado, 08.12.12

2012 chega ao fim

Este ano foi o ano mais caricato da minha vida. Começou com uma vida nova, o nascimento de mais um filho, o choro, as fraldas, as noites mal dormidas, o cansaço, as olheiras, muitos sorrisos e muito amor.

A meio do ano senti que este não ia acabar bem. Interiormente achava que a minha vida ia levar uma volta. Se calhar era um desejo preso numa das muitas gavetas do meu subconsciente. O desejo era grande, mas não tinha forma e a sua concretização não se iniciou da maneira mais simples e alegre que podia imaginar.

Comecei 2012 rodeada de alegria e amor. Vou acabá-lo assaltada por ressentimentos, que outrora critiquei noutros, afogada em dúvidas sobre o futuro, prometendo viver o presente, como sempre achei que fazia. Nem sempre vivia, planeava. Nem sempre questionava, dava como certo.

O comportamento humano prega-nos partidas, reserva-nos surpresas. É esta a beleza da vida. Tenho saúde e comida. Vivo com quem amo. Tenho uma ambição na vida: ser feliz e fazer um pouco mais felizes as pessoas que se cruzam comigo. Se conseguir isso em 2013, então vai ser o melhor ano da minha vida.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por coitadinhodocrocodilo às 20:11


Mais sobre mim

foto do autor



Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Dezembro 2012

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031