Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

coitadinhodocrocodilo



Sexta-feira, 30.08.13

Parabéns, cão!

Há 10 anos atrás, rumava eu a todo o gás para Torres Vedras com o intuito de salvar um canídeo de um destino incerto. Apaixonei-me por ele através de uma fotografia e não pensei duas vezes.

Quando lá cheguei, atrofiei. Nunca tinha entrado num canil. Estava cheio de bichos furiosos com a sua condição pouco digna, revoltados com o seu abandono e feridos na alma. No meio da maralha, o cão da fotografia. Estava lá há duas semanas e já tinha perdido parte de uma orelha numa disputa desigual. Não se morde uma criatura simpática de 7 quilos!

Era eufórico até ao momento em que o tosquiaram, por isso, ficou o Sansão. Pulguento, triste, assustado, magro e doente. Assim, era o meu cão. Fugia de vassouras, chapéus de chuva e tudo o que lhe parecesse que podia servir para o espancar. Era, e ainda é, o primeiro a entrar para o carro, não vá o diabo tecê-las. Outra vez.

O meu cão acompanhou a última década da minha vida. Viveu comigo quando ainda morava sozinha, depois acolheu um pai, tomou conta de um irmão e depois veio outro. Perdeu privilégios, foi desalojado algumas vezes, deixou de dormir. Por fim, deixou de ter sossego também de dia. Acho que já tem olheiras, como nós.

Nem tudo é mau. Partilha bolachas e outros géneros alimentícios com os irmãos, tem festinhas extra e, sempre que pode, bate uma sorna na cama dos miúdos. Parece-me que é feliz e isso é o que interessa!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por coitadinhodocrocodilo às 12:31


Mais sobre mim

foto do autor



Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Agosto 2013

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031