Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

coitadinhodocrocodilo



Terça-feira, 09.04.13

Máquina de lavar o tempo

Ando a ver se consigo perceber onde o governo pretende que este rio de austeridade desague. Não sou versada em economia, mas acho que não é necessário para constatar que este caminho só nos leva para o meio de uma floresta densa e escura, onde os juros são gigantes e a fome é rainha.

Mais de metade dos nossos impostos vão direitinhos para pagar a tão falada dívida pública, quando deviam ser aplicados em hospitais, escolas, cultura, investigação científica. A mão de obra especializada foge do país, empurrada pelo desalento e a falta de futuro. Há mais desempregados e reformados do que população activa.

À minha volta, acumulam-se cantinas sociais, farmácias sociais e feiras sociais. Pessoas como eu e tu, que já comeram garopa e agora comem atum, que já andaram de Audi e agora andam a pé, que deram PSPs aos filhos e agora contam o dinheiro para ver se chega para um happy meal: refeição e brinquedo num só.

Ando curiosa para saber como estaremos daqui por 5 anos. Haverá medicamentos nas farmácias? Andaremos à porrada por uma palete de leite? Teremos ainda dinheiro para comer peixe? Teremos senhas para rações diárias? Transformaremos os jardins em hortas comunitárias? Para quando o regresso dos balneários públicos? Voltaremos a ter as mulheres em casa a cuidar dos filhos? Qual será a taxa de abandono escolar?

Queria ter uma máquina de lavar o tempo. Uma máquina que me permitisse lavar os governos dos últimos 20 anos a 60 graus, centrifugá-los a 800 rotações e pendurá-los no arame pelos tomates, sempre que tomassem uma decisão que não fosse pelo bem da RES PUBLICA.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por coitadinhodocrocodilo às 12:47



Mais sobre mim

foto do autor



Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Abril 2013

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930