Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

coitadinhodocrocodilo



Segunda-feira, 07.01.13

Excursão a Cascais II

Pronto, estou oficialmente desempregada. Faço oficialmente parte da estatística. Já tenho número de "presidiária" e tudo, leram-me os direitos e deveres. Tenho que me apresentar de quinze em quinze dias, qual malandrim a quem é aplicada a medida leve do termo de identidade e residência. Não há perigo de fuga ou destruição de provas, senão era prisão preventiva. Há a obrigação de apresentação de provas: de que estou interessada em trabalhar e, arduamente, a fazer por isso.

Um sábio conselho a quem ainda não tentou a sua sorte num centro de emprego: levar kit de sobrevivência. Este deverá incluir água, comida, (pelo menos) duas algálias, um gadget ou leitura, para ajudar a passar o tempo e forte capacidade de bufar de meia em meia hora.

Leio atentamente os anúncios nas paredes. Quer uma carreira na banca? Só podem estar a judiar! Pedem-se electricistas, esteticistas, analistas de informática. Tudo o que não sou, nem quero ser.

Enfim, a minha vez. São cinco da tarde, oito horas depois de tirar senha. O sistema informático pára. Porque raio deveria eu de achar que quando chegasse a minha vez iria ser rápido?! Quase adormeço na cadeira enquanto espero. Penso em aninhar-me - afinal, já não durmo há mais de 12 horas - mas voltei à realidade com a pergunta relativa ao salário que espero auferir. ??????????? Aqui zombam das pessoas à grande! Respondi: três mil euros! Eu espero, posso é desesperar.

Cheguei a casa e descobri que o meu filho mais novo, que deveria ter chegado há uma hora na carrinha da escola, ainda não está em casa. Ai que me perderam a criança!

Ligo a televisão e percebo que, pela primeira vez, o meu Sporting pode ter de lutar pela sobrevivência na Primeira Divisão. Caramba, há dias difíceis!

Autoria e outros dados (tags, etc)

por coitadinhodocrocodilo às 23:38


2 comentários

De paula a 08.01.2013 às 00:02

eh pá já passei por isso e é incrível que muda Governo, mudam estatísticas, mas não muda a forma como tratam as pessoas desempregadas. É como se tivessem que cumprir pena por uma coisa que não têm culpa. Usar a preventiva para ameaçar as pessoas deve ser mais uma medida escondida algures numa alínea do OE 2013. Foi um dia difícil. Amanhã vai ser melhor.

De Anónimo a 08.01.2013 às 00:19

E afinal onde estava o crianço ? sim pq é judiar das pessoas juntar uma linha de interesse pessoal na narrativa e depois não a explorar ... foi a uma matiné ver a Anna Montana ? fugiu com a namorada ? foi roubar um autorádio para ajudar a mãe ? foi ver o treino do Sporting ?... epá nao isso não coitado do miudo antes ver o canal direto do secret story , é menos traumatizante ....

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor



Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Janeiro 2013

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031